Redes e Internet: Introdução & Protocolos

Tudo em Redes e Internet funciona à base de Protocolo.
Pra fazer um download, tudo obedece um protocolo.
Pra mandar um e-mail...protocolo.
Regras e vigências pra acessar o Facebook do seu trabalho, através de protocolo.
Como seu cahorro se comunica com você? Através dos mesmos protocolos.

Entenda como as Redes, e o mundo, se comunicam por meio de protocolos.



Redes e Internet : Uma simples abordagem sobre Protocolos


Se você, assim como, se sente extremamente incomodado ao usar uma coisa e não ter a mínima noção do que ela é, como ela é feita e de como funciona, você está no lugar certo.
Já parou pra pensar como, no meio de milhões de celulares, ripas, iPhones, notebooks, netbooks e computadores, você envia uma informação pra uma pessoa e essa informação chega exatamente nela? Ou como alguém, um hacker, consegue obter essa informação?
Não é sorte. Pra isso funcionar, ou pra alguém burlar o funcionamento, tem que entender o funcionamento da coisa.
Não importa o funcionamento da coisa. Não importa se seja um mecânico ou um engenheiro de computação. Se você quer entrar na área, pra ser um expert, um empreendedor, um bom profissional ou um 'burlador', vulgo hacker, você tem que saber como as coisas funcionam.
Meu pai é um excelente hacker de carros antigos. Ele sabe como funciona cada peça e obtém um resultado excelente, ate melhor do que os de fábrica.

E você, sabe como usar seu computador e a Internet de uma maneira melhor que a de 'fábrica'?

Nesta seção vamos explorar o funcionamento das redes, que incluem...tudo. Tudo que troca informação, tudo que está conectado é uma rede.
A maior delas é a internet. Vamos entender, aos poucos, como ela funciona. Como começou, por que começou, o que ela faz e pra onde está indo.

Note que venho falando em Redes. Muito provavelmente existem mais dispositivos que não sejam computadores ligados a Internet do que os computadores. Até as pulseiras que monitoram os presos em regime semi-aberto estão conectadas a Internet. É, realmente, uma grande rede de dispositivos, todos conectados e se comunicando.
Ter acesso a isso é algo muito bom que te abre muitas possibilidades. Quem usa MSN + Facebook sabe o quanto isso é bacana.
Quem é desenvolvedor, sabe o quanto isso é poderoso.
Quem, além de desenvolver, entende de arquitetura de computadores e desenvolve, já saiu da Matrix.
Porém, se você é desenvolvedor, entende de computadores e sabe como funcionam as redes, o Universo é seu.

Não vai parar de estudar agora, né?

PS: Note, porém, que quando falo de computadores falo de dispositivos eletrônicos digitais de um modo geral, pois foi-se o tempo que computador era sinônimo de monitor+CPU+estabilizador.

Esses dispositivos, porém, não são auto-suficientes em acesso. Eles precisam de servidores de internet, ISP, que são redes que dão acesso à internet pra esses aparelhos, seja através de wi-fi, wireless, radio, DSL etc, além do provedor de conteúdo, como UOL, iG, AOL, globo.com etc.

Devido ao grande número de dispositivos, computadores, servidores, redes, usuários e, principalmente, informação, uma coisa é usada para 'organizar' esse tanto de coisa: protocolos.
Protocolos são meios de padronizar, guiar, levar e identificar as informações de maneira correta, de um lugar correto pra outro lugar certo.
Há uma padronização, de cunho mundial, de modo que essas informações possam se comunicar. Pois, imagine se cada país ou empresa trocasse de informação de maneira diferente, a bagunça que seria...
A utilidade e função dos protocolos é tão grande que é complicado definir exatamente o que eles são.
Mas falaremos bastante sobre protocolo.
Nessa introdução, diremos apenas que protocolos protocolam o fluxo de informações :)
Os protocolos mais famosos são:
IP - Internet Protocol e
TCP - Transmission Control Protocol

Usamos protocolos o tempo inteiro. Usamos protocolos mais amigáveis, com nossos colegas de sala, mais informais com amigos, mais respeitosos com professores, e mais usamos protocolos com mais regras para enviar correspondências pelos correios. Sempre há um conjunto de regras para nos comunicarmos, não é diferente na internet.
Há sempre uma 'estrada', um empacotamento, um canal por onde a informação percorre, 'alguém' (servidor, carteiro) pra levar, codificadores/decodificadores, compressores/descompressores de informações etc.

Protocolos são, portanto, uma série de procedimentos que organiza uma troca de informações de forma padronizada.
Por exemplo, o protocolo que meu cachorro faz para me pedir para sair pra fazer xixi é:
1. Me olha
2. Chora
3. Olha pra porta
4. Corre em direção a porta

Se ele somente me olhar e chorar, não quer dizer que ele quer sair, pode ser que queira só carinho. Também só olhar pra porta e correr pra lá não quer dizer nada, até porque ele corre pelo quarto o tempo inteiro (já, inclusive, derrubou meu notebook várias vezes).
Ou seja, para eu saber que ele quer realmente fazer xixi, ele tem que fazer todos esses procedimentos, é o protocolo.

Para eu fazer um download de um site, meu computador precisa fazer uma série de procedimentos para que o servidor entenda a atitude como o pedido de download, e não como um simples pedido de exibição de página ou de outra coisa. Para mandar um e-mail, o protocolo envolve um endereço de e-mail do destinatário, do remetente, conteúdo, assunto e servidor de e-mail.
Para se jogar um jogo online, o protocolo envolve a checagem a versão do Java instalado, do som, da placa de vídeo etc.
Enfim, há protocolos e protocolos.

Por isso a importância da padronização. Todos precisam saber COMO pedir, pra se obter exatamente o que se quer, pois os servidores não adivinham o que todos querem, eles estão programados para atender as necessidades dos clientes, desde que estes peçam de maneira correta, seguindo o protocolo.

É importante notar que protocolos diferentes recebem respostas diferentes, ou seja, o servidor é 'inteligente', o que vai ser retornado vai depender do que foi pedido. Também há a possibilidade de erros, enganos, a falta de resposta, 'falsos' protocolos, problemas no servidor, erros no envio dos pacotes de informações, seja por parte do cliente ou do servidor, e uma série de outros imprevistos. Faz parte. Assim como esses problemas fazem parte nos nossos protocolos diários.

Isso foi apenas uma simplificação, pois em sistemas mais reais os clientes fazem pedidos, recebem os resultados e baseado nestes, fazem novos pedidos, os servidores recebem estes novos pedidos e retornam novos resultados...e assim a comunicação e a troca de informações prossegue. Em um jogo online de grande rendimento, por exemplo, há troca de bilhões ou trilhões de informações.
Quando vamos fazer um download, fazemos o pedido e esperamos o retorno do servidor. Quando este diz que o mesmo está ok ele nos diz o tamanho do arquivo, rapidamente nosso computador escolhe um lugar em nosso computador para guardar tal arquivo, então diz pro servidor 'mande pro endereço tal de meu HD', então eles passam a trocar os bits do arquivo. A internet é uma constante comunicação. Assim como nós conversamos por meio de fala/escrita, os bits de informações se comunicam por meio de protocolo.

Esses protocolos tem de estar perfeitamente programados com os padrões de rede/Internet dos usuário e servidor. Ou seja, se você quer trabalhar com aplicações Web, tem que dominar tudo sobre Redes!
Citamos alguns exemplos de Internet, mas foram apenas para ilustrar exemplos de coisas que você já conhece, mas também envolve hardware, como switches, roteadores, modens e outros. Redes é um modo mais amplo de falar que Internet.



Caso tenha interesse em fazer um curso de Redes, com enfoque em Hardware, reconhecido e com direito a certificado, completo que envolve:
- Introdução, Funcionamento, Montagem de Redes Domésticas e Corporativas
- Manuseio dos Hardwares (Cabos, Roteadores, Placas de rede, Hubs, Switches, Sem fio)
- Manuseio e configuração de Sistemas, Cliente-Servidor, IP, compartilhamento
- Processadores, placas de CPU e configuração de Hardware
Clique aqui.

Nenhum comentário: