Como os backlinks ajudam o seu SEO

Ter à sua disposição uma empresa que disponibiliza uma boa hospedagem de site é muito importante para o seu blog ou site, pois desse modo o seu projeto pode contar com recursos relevantes, tais como mais espaço em disco, contas de e-mail e backups.

Porém, não adianta ter todas as funcionalidades que poderão possibilitar que o seu site suporte elevados picos de acesso se ele raramente é visitado.

Pense o quanto deve ser frustrante para um empreendedor que não vê as vendas crescerem na sua loja virtual. Isso é algo tão desanimador quanto o gerente de uma loja física manter as portas abertas do seu empreendimento e não ver ninguém entrar.

Porém, no caso de quem tem um e-commerce ou até mesmo um blog pessoal, existem maneiras de adquirir a tão sonhada presença digital. A maneira mais eficiente para isso é utilizando as técnicas de SEO.

Search Engine Optimization, como essas técnicas são chamadas em inglês, consistem no uso adequado de palavras-chaves em suas postagens. Ao utilizar palavras-chaves referentes ao seu conteúdo, o seu site será bem posicionado nas páginas de resultado de sites como Google, Yahoo e Bing.

A importância do Link Building

Saber como criar um blog não é difícil. Atualmente existe a plataforma WordPress que é intuitiva, responsiva e facilita esse trabalho. O WordPress, inclusive, conta com uma série de plugins que agregam mais funcionalidades para o seu blog.

Como obter backlinks

O Yoast Seo, nesse caso, é um desses plugins. Ele existe para facilitar você a encontrar as palavras-chaves mais adequadas para o seu blog. No entanto, não é apenas de Keywords que se mantém  uma eficiente estratégia de SEO.

É aí que o Link Building entra em ação. O Link Building, que pode ser traduzido como “Construção de Links” e consiste em estratégias que utilizam os chamados backlinks nas práticas de SEO.

Os backlinks são links que conduzem o usuário para uma página no seu site, resultando com isso em tráfego orgânico, mostrando para o Google que a sua página tem relevância.

Por isso, se engana quem pensa que quando o assunto é SEO os backlinks são meros coadjuvantes. Eles indicam para os algoritmos de busca a popularidade e a relevância de um domínio.

Sendo assim, é válido ter em mente que existem os backlinks externos e os backlinks internos. Os externos são links existentes em outros sites e blogs que conduzem o usuário para o seu.

Por outro lado, os backlinks internos consistem em links presentes nas postagens do seu blog que conduzem para postagens mais antigas, sempre com o objetivo de mencionar ou acrescentar mais informações para essas postagens.

Enfim, utilizar backlinks nas suas páginas é como se você estivesse falando com o Google, dizendo “veja como eu também tenho conteúdo relevante”. Sendo assim, para utilizar os backlinks como uma estratégia eficiente, as dicas são:

  • Faça parceria com outros sites e blogs

Entre em contato com outros espaços da internet que possuem uma boa reputação e fazem parte do mesmo nicho que o seu. Ter um link seu em tais sites confere relevância para o seu conteúdo.   

Os Guest Posts, também conhecidos como “Postagens Convidadas” também enriquecem a parceria e traz mais qualidade para os projetos de todos os envolvidos.

  • Trabalhe os Backlinks Internos

Os Backlinks presentes em seu blog são importantes porque induzem o usuário a visitar postagens mais antigas, aumentando o número de visualizações em seu blog. Além disso, eles agregam informações para um determinado assunto.

Mas nem por isso você deve exagerar na dose entupindo as suas postagens com Backlinks a cada parágrafo ou frase.

Lembre-se também de não utilizar “iscas manjadas” para os backlinks, tais como “clique aqui”, ou “visite aqui”. É possível atrair os leitores utilizando frases diretas e de maneira orgânica.

  • Não compre Backlinks

Sim, existe a possibilidade de comprar backlinks. A compra de backlinks definitivamente não é uma boa ideia. É importante que os links sejam compatíveis com o conteúdo que você produz.

Outro detalhe importante é que tal compra não está de acordo com as diretrizes do Google. Por isso, o importante mesmo é você mesmo criar os seus próprios backlinks.

  • Atenção para a origem dos Backlinks

É interessante evitar receber backlinks sempre do mesmo site. O ideal é investir na variedade até porque, acredite, o Google pode comparar perfis de backlinks e considerar a repetição uma estratégia suspeita.

Uma dica para escolher sites relevantes e variados para os seus Backlinks é utilizar a métrica do DA (Domain Authority) que a ferramenta SEMrush disponibiliza.

O fato é que quanto maior o Domain Authority, mais relevância ele vai conferir para o seu. Ah! E se você não sabe o que é o SEMrush, vale mencionar que, de forma bem resumida, ele é um software capaz de analisar a relevância das palavras-chaves.  

Conclusão

O Google é exigente. Ele preza pela qualidade e originalidade de conteúdo para posicionar bem um blog nas suas páginas de resultado.

Portanto, além do cuidado que você deve ter com as palavras-chaves nas suas estratégias de SEO, preste atenção também no uso adequado dos backlinks.



Ler Tutorial

Como criar sites: HTML, CSS e o Desenvolvimento Web

Como criar um siteAté o momento, em nossa seção sobre Como começar a programar, falamos sobre diversas linguagens de programação voltadas para o desenvolvimento desktop, como C, C++, Java e C#.

Agora vamos mostrar outro tipo de desenvolvimento, voltado para a internet.

É o desenvolvimento Web, cuja base é a famosa linguagem de marcação HTML.
Ler Tutorial

Comece a programar: A Linguagem de Programação C++

Pra que serve ? Onde uso? Que programas são feitos em C++? Não é melhor ir logo pro Java, que é portável? Não é melhor ficar logo no C, que é mais 'puro' ?

Sabe aquele jogo de gigas e gigas de alto desempenho? Pois é, só pode ser feito em C++...
Sabe aquele programa rápido, super eficiente e seguro? Pois é, só pode ser feito em C++...
Sabe aquele programa simples, mas que faz milagres? Pois é, só pode ser feito em C++ ou em C...

Por que?
Ler Tutorial

Inglês - Tenho que saber, para programar ?

Neste artigo, vamos falar de um tema polêmico: precisa saber inglês pra estudar programação?
Tem que ser fluente? Manjar muito inglês para estudar informática, computação ?

De longe, é um dos assuntos que mais recebemos dúvidas e perguntas, e vamos destrinchar esse assunto, deixar ele bem claro, de uma vez por todas.

É preciso estudar inglês para ser programador ?

Ler Tutorial

Comece a Programar: A linguagem de Programação C#, a portabilidade da Microsoft

Curso de C# online grátis com certificado, apostila para download.
Saiba o que é a linguagem de programação C# (C sharp), o que é, para que serve, onde é usada, como surgiu, quais suas características, quem deve estudar, por onde estudar, dicas de livros e cursos de C#.




Ler Tutorial

Curso completo e online de Java para iniciantes

Apostila de Java para download online grátisNeste artigo, iremos dar uma importante dica para aqueles que desejam aprender Java.

É o Curso Java Progressivo, projeto de nosso site, que visa ensinar a linguagem de programação Java de modo completo, online e totalmente gratuito.

São tutoriais em ordem de aprendizado para leigos, vídeo-aulas, exercícios propostos e resolvidos, códigos comentados, criação de jogos, reviews de livros, dicas de tutoriais, apostilas e tudo mais voltado ao mundo desta fantástica linguagem.

Ler Tutorial

Portas, Multiplexação e Demultiplexação em Redes de Computadores

Nesse tutorial de nosso Curso de Redes de Computadores Grátis, iremos apresentar três importantes elementos, que são essenciais a camada de transporte: as portas, e as tarefas de multiplexação e demultiplexação.

Ler Tutorial

Camada de Transporte e Camada de Rede: Qual a Diferença ?

Neste tutorial de nossa Apostila de Redes de Computadores, iremos entender as principais diferenças entre as camadas de rede e de transporte, pois é uma dúvida muito comum na cabeça dos estudantes, que certamente sofrem um pouco para diferenciar.

Diferença entre as Camadas de Rede e Transporte




Camada de Transporte

Como explicado no nosso primeiro tutorial sobre a camada de transporte, ela serve basicamente para dar suporte a comunicação entre os processos em sistemas finais, chamados hospedeiros.

Ou seja, a camada de transporte fornece uma comunicação lógica entre as aplicações nos hospedeiros. Por exemplo, se eu e você estamos jogando um jogo online, seu browser envia e recebe informações daquela aplicação, via camada de transporte, e o mesmo para mim.

A aplicação não sabe a distância que estamos um do outro, quantos roteadores, switches e outros obstáculos e percuros há entre nós, pois a camada de transporte abstrai isso, através do envio e recebimento de segmentos de dados, com protocolos próprios.

Camada de Rede

Já a camada de rede, ao invés da comunicação entre aplicações diferentes, vai fazer a comunicação entre os hospedeiros, entre os sistemas finais.

Como explicamos, a camada de rede vai colocar seus segmentos dentro de um conjunto maior, chamado de datagrama e este que vai viajar pelos roteadores, da origem ao destinatário.

Ou seja, a camada de transporte cria os segmentos, dados dos processos, e a camada de rede fica responsável por blocos maiores, os datagramas, que podem conter diversos segmentos, dos mais diferentes tipos de aplicações.



Exemplo em Redes: Analogia dos Correios

Apostila de Redes de Computadores grátis para download
Carteiro: Camada de Transporte

Para ilustrar melhor as diferenças entre as camadas de transporte e a camada de rede, vamos dar um exemplo, fazendo uma analogia.

Imagine que você more em São Paulo e seu amigo no Rio de Janeiro, e vocês se comunicam via cartas. Ou seja, você recebe do carteiro as cartas de seu amigo, e aproveita que o carteiro foi na sua casa, e entrega cartas para ele enviar para seu amigo no RJ.

Quando você envia uma carta, ela vai para um centro maior, onde vai se juntar a outras cartas e encomendas que vão em grandes malotes, para o Rio de Janeiro.

Quando esses malotes chegam ao RJ, as cartas e encomendas são dados aos carteiros, que irão entregar no endereço correto, cada correspondência.

Nessa analogia, você e seu amigo são os processos, as aplicações rodando em hospedeiros diferentes (a cidade de vocês, de onde saem diversas outras cartas).




Os carteiros fazem o papel da camada de transporte, pois você vai dar e receber as cartas diretamente do/para o carteiro. Você não se preocupa, de maneira alguma, sobre como suas cartas vão viajar de um estado pra outro, quem fazer isso etc. Você só se comunica com o carteiro (camada de transporte).
Apostila para download de Rede grátis
Central dos Correios da Cidade: Camada de Rede

Já o carteiro, pega as diversas cartas, de várias pessoas (são os segmentos) e leva para a central dos correios, e colocará elas em malotes (datagramas), que serão todos transportados para o outro estado.

Nesse caso. os correios é a camada de rede, levando enormes malotes de uma cidade a outra.

Note que os correios, o sistema de correspondência, só leva de uma cidade para outra (hospedeiros), ele não vai entregar diretamente na mão das pessoas (processos), ele entrega pros carteiros (camada de transporte) e estes que irão se encarregar de entregar para as pessoas corretas (processos da camada de aplicação).

Agora sim, bem mais claro, não?
Ler Tutorial

Tutoriais de Programação