Como criar sites: HTML, CSS e o Desenvolvimento Web

Como criar um siteAté o momento, em nossa seção sobre Como começar a programar, falamos sobre diversas linguagens de programação voltadas para o desenvolvimento desktop, como C, C++, Java e C#.

Agora vamos mostrar outro tipo de desenvolvimento, voltado para a internet.

É o desenvolvimento Web, cuja base é a famosa linguagem de marcação HTML.
Ler Tutorial

Como ganhar dinheiro online com games

Como ganhar dinheiro online com games
Desde o final da década de 70 os games conquistam um grande espaço no ramo do entretenimento. Hoje em dia, a indústria dos games já está consolidada como uma das mais influentes na cultura pop.

Filmes baseados em personagens de games, assim como livros e histórias em quadrinhos, apenas demonstram o apelo popular que os jogos eletrônicos atingiram nos dias de hoje.

E já que a internet modificou várias situações do nosso cotidiano, os games também foram afetados. A existência dos jogos online, por exemplo, é apenas um dos aspectos.

eSports - Ganhe dinheiro fazendo o que gosta


É comum muitas pessoas falarem que o maior sonho delas é poder ganhar dinheiro fazendo o que gosta. Atualmente a internet traz essa possibilidade.

Uma prova disso é a existência dos blogs. Se você é um apreciador e conhecedor de um determinado assunto, é possível montar um blog e investir nele como uma forma de obter retorno financeiro.

Será que com os games isso também é possível? A resposta é sim. A internet também permite ganhar dinheiro online com games e uma delas é ser um ciberatleta.

Isso o mesmo, o eSport, que consistem em campeonatos de games, já estão cada vez mais comuns no Brasil e no mundo. Além disso, os prêmios financeiros oferecidos para os vencedores são bem convidativos.

Inclusive, o Brasil já conta com ciberatletas conhecidos entre os entusiastas do eSport.

E falando em eSports, alguns dos jogos que atualmente oferecem as premiações mais generosas aos competidores são League of Legends, Halo, CS: Go, Starcraft e Dota.

É óbvio que para ganhar dinheiro na carreira de ciberatleta é preciso treino, dedicação e gostar muito do que faz. Em determinados casos jogadores são selecionados para integrarem equipes.

As fontes de rendas dos ciberatletas normalmente são prêmios em dinheiro oferecidos em campeonatos e a produção de produtos relacionados a cultura gamer.

Outras maneiras de ganhar dinheiro online com games


Mas se você é um apreciador de jogos online e não tem o tempo necessário para se tornar um craque nos games, existem mais  alternativas. Veja algumas delas a seguir.

Investir em um blog sobre games


Os blogs são atualmente um dos meios mais versáteis para se falar sobre qualquer assunto. Arte, esporte, política, moda, tudo pode ser abordado em um blog.

No caso dos games a situação não é diferente, ainda mais que blogs são por natureza territórios que atraem o público Geek, que já é ligado em tecnologia e jogos eletrônicos.

Ter um blog não é difícil e não é necessário saber tudo sobre códigos de programação. Para você criar um, basta optar por uma plataforma dotada dos recursos necessários para o blog funcionar bem.

Além disso, utilize as redes sociais para divulgar o seu blog entre o público que aprecia games. Faça também parcerias com outros blogs que tratam do mesmo assunto.

Quando você tiver um público de leitores ativo e fiel, já vai ter condições de investir em maneiras para monetizar o seu blog.

Um canal de vídeos sobre jogos


Se os blogs possuem a versatilidade como uma das principais características, os vídeos também não ficam para trás. Hoje em dia a variedade de assuntos que você encontra no Youtube é enorme.

Ter um canal para falar sobre games é uma opção válida, ainda mais agora que existem smartphones e câmeras que proporcionam uma boa resolução de imagem.

Lembre-se que assim como nos blogs é importante também saber como divulgar o seu canal de vídeos.

Atue como roteirista de game


Nos dias de hoje, em que os games cada vez mais flertam com a narrativa cinematográfica, a presença de uma boa história em um jogo é um dos elementos mais importantes na concepção dos jogos.

Por isso, a presença de roteiristas criativos é bastante requisitada. Se você é um conhecedor de games sabe como funcionam os seus recursos narrativos.

Sendo assim, vale a pena investir na carreira de roteirista, ainda mais que os games independentes também estão ganhando espaço entre os admiradores.  

Seja um desenvolvedor de games


Nesse caso, além de ser um bom roteirista, é importante ter noções importantes sobre softwares de animação e linguagem de programação.

A indústria dos games é muito ampla, conta com fãs exigentes e, por essa razão, a presença de profissionais competentes na área de desenvolvimento dos games ganha muita relevância.

Testar jogos


Se você aprecia games, imagina ganhar dinheiro para avaliar os pontos positivos e negativos de um lançamento. Essa é a função do testador de games.

Muitas vezes, o trabalho é cansativo, pois é necessário jogar mais de uma vez a mesma fase procurando ali possíveis defeitos e também pontos positivos.

Mas se você aprecia games, verá que o prazer e o retorno financeiro compensam.

Conclusão


Os games estão aí conquistando fãs das mais variadas faixas etárias. Não importa se é um game de aventura espacial, uma luta medieval ou até mesmo um quebra-cabeça. Um game sempre terá o seu público.

Por isso, se você deseja ganhar dinheiro online com games, pense nessas possibilidades e invista nesse mercado cada vez mais promissor.
Ler Tutorial

Lista de Linguagens de Programação

Abaixo, uma 'pequena' lista com todas as linguagens de programação existentes, organizadas por ordem alfabética:
Ler Tutorial

Por que Python é melhor que Ruby ?

"Embora o texto desta questão seja lamentável, vamos tentar responder a uma pergunta semelhante que não seja tão subjetiva:

Dada a semelhança óbvia, por que o Python está crescendo em popularidade enquanto o Ruby está diminuindo?

Eu só posso especular, mas acho que existem algumas razões.

Python foi projetado para educação

A sintaxe é mínima e explícita.
Há simplesmente menos para aprender.

A natureza explícita da linguagem pode não ter um pouco da elegância do Ruby, mas isso ocorre porque a cultura do Python está mais focada na legibilidade do que em ser concisa.

Quer algo conciso, pequeno, escrever pouquíssimas coisas? Estude Perl.
Mas vai ver o quanto de dor de cabeça vai ter ao reler códigos. Códigos seus, inclusive.
Menos, nem sempre é mais.

Esta é uma ótima qualidade para quem está aprendendo a língua.
Por esta razão, tornou-se extremamente popular nos últimos anos como uma língua de ensino.

Python, talvez simplesmente por sorte (ou não), foi apanhado por muitos hackers antigos do Unix / C no final dos anos 90 e início dos anos. Também foi apanhado por muitos cientistas.

Isso levou à criação de muitas bibliotecas C de alto desempenho para o Python para uma ampla variedade de tarefas. Além de talvez Java e C ++, o Python tem mais bibliotecas do que praticamente qualquer linguagem de programação, e a biblioteca padrão é profunda e ampla. Fora das bibliotecas para web (e possivelmente devops), Ruby realmente não pode competir em termos de suporte a bibliotecas.


O Python tem mais truques para acelerar as coisas

De Cython para CFFI para Pypy, basta escolher. A implementação padrão é lenta, mas você não está preso a ela. Você não tem os mesmos tipos de opções com Ruby.

Sim, existe o Crystal, mas é mais uma linguagem parecida com o Ruby do que o Ruby atual.

Na Pythonland, muitas vezes você pode mover seu código para Pypy ou Cython sem modificações e experimentar melhorias de desempenho e continuar a fazer otimizações adicionais para essas plataformas de forma incremental.

Ruby, pelo menos, tem rabeca, mas isso ainda significa escrever C se o código que você precisa não existe em C ainda, e ainda não é tão bom quanto algo como CFFI."

Python ou Ruby?

"Aprendi Python e Ruby nos últimos anos e devo dizer que eles são tão semelhantes em recursos que não vejo como alguém pode dizer que um é melhor que o outro.

Para mim, Python e Ruby são basicamente como o Perl, mas com correções para um monte de coisas que tornam o Perl difícil de usar.

A popularidade do Python vem crescendo constantemente há anos, ajudada pelo aumento dos kits de ferramentas de aprendizado de máquina que são frequentemente implementados em Python.

Isso poderia levar alguém a dizer que o Python é melhor porque é mais popular e, portanto, é mais fácil encontrar recursos para apoiá-lo, contratar desenvolvedores que o conhecem, etc. Isso não é uma razão técnica para ser melhor, é um razão de mercado.

Considerando que Ruby foi diminuindo lentamente em popularidade. Eu acho que Ruby está perdendo terreno para linguagens mais novas como TypeScript, Scala, Kotlin e Go.

Os desenvolvedores que impulsionaram a popularidade de Ruby em 2005 sempre foram do tipo de programadores que queriam experimentar brinquedos novos e brilhantes, em vez de serem comprovados e maduros, então talvez antigos usuários de Ruby estejam experimentando novos idiomas.

Python ou Ruby, qual melhor?

Fonte: PYPL PopularitY of Programming Language index

Por outro lado, o Python sofreu com a opção de fazer o Python 3 quebrar a compatibilidade com o Python 2. O Python 3 foi lançado em 2008 (quase dez anos atrás!), E ainda não foi usado universalmente. Isso deve criar muita confusão para os desenvolvedores do Python."

Qual devo aprender?

"Isso é muito subjetivo e puramente uma questão de opinião e gosto.

Ambas as linguagens são muito semelhantes. Ambos possuem possibilidades muito semelhantes.

Mas Python cresceu uma base de usuários maior e um ecossistema maior, então o Python parece ser mais versátil.

A favor do Python, sua sintaxe é muito mais amigável ao iniciante do que a do Ruby.

Na antipatia do Python, a sintaxe da regra Off-side desperta desdém em muitos programadores experientes.

Ruby realmente se mantém muito bem contra o Python:

Python tem Django e Flask; Ruby tem Rails e Sinatra.
Python tem NumPy; Ruby tem SciRuby e NMatrix.
Python tem Skulpt e Transcrypt para front-end; Ruby tem Opala.
Python tem o Kivy para dispositivos móveis de plataforma cruzada; Ruby tem RubyMotion.
Python possui PySide e wxPython para desktop; Ruby tem sapatos.
Python tem Zerynth e Zorg para IoT e robótica; Ruby tem mruby e artoo.


Na minha humilde opinião, o Python é melhor que o Ruby, mas apenas porque é mais usado e, portanto, tem mais suporte."

Depende !

"Eu provavelmente já postei isso antes, mas vou repetir aqui. Use as ferramentas certas para o trabalho certo.

Na minha humilde opinião, eu não diria que Python é melhor que Ruby em todos os casos. Por exemplo, eu sei que há pelo menos uma estrutura, o Django, que torna possível desenvolver aplicativos da web usando Python, mas é muito mais provável que eu escolha Ruby on Rails para coisas da web, porque sei que Ruby on Rails foram projetados especificamente para aquele propósito.

Por outro lado, se eu tiver que fazer alguma análise, ou modelagem, ou integrar com o SAS, ou R, eu vou escolher o Python ao invés do Ruby, porque eu sei que há um grande trabalho por aí que faz essas coisas mais fácil em Python.

Atualmente, estou procurando trabalho, por isso vejo o quanto as habilidades Python são populares atualmente, o que pode tornar a Python uma opção melhor para aprender no mercado de trabalho atual, mas recomendo abordar o desenvolvimento de software como um artesão. Domine suas ferramentas e saiba quando usá-las."

Fonte:
https://www.quora.com/Why-is-Python-better-than-Ruby

Como aprender a programar em Python

Para aqueles que desejam aprender a programar em Python, recomendamos:
Curso Python Progressivo

O curso parte do pressuposto que você é totalmente leigo em absolutamente tudo relacionado a computação e programação.

Te ensina desde o que instalar e digitar, de maneira progressiva, passo a passo, tutorial após tutorial, com exemplos, exercícios, questões resolvidas e códigos comentados, como programar em Python.

Sem pressa.
Sem assumir que você já sabe algo.

Tudo de graça.
Não precisa de cadastro nem deixar seu e-mail.
É simplesmente sentar, pegar seu café, acessar o site e começar a programar em Python.

O curso pretende te ensinar o que ensinam nos melhores cursos presenciais, livros, apostila, vídeo-aulas e materiais pagos por aí: de graça, sem frescura e sem burocracia.

Python Progressivo
Ler Tutorial

Inglês - Tenho que saber, para programar ?

Neste artigo, vamos falar de um tema polêmico: precisa saber inglês pra estudar programação?
Tem que ser fluente? Manjar muito inglês para estudar informática, computação ?

De longe, é um dos assuntos que mais recebemos dúvidas e perguntas, e vamos destrinchar esse assunto, deixar ele bem claro, de uma vez por todas.

É preciso estudar inglês para ser programador ?

Ler Tutorial

O que posso melhorar no meu ambiente de programação

Atualmente, um dos serviços mais requisitados no mercado profissional é o de desenvolvedor de softwares e aplicativos.
Por isso, saber como programar consiste em uma excelente alternativa não apenas para quem almeja ingressar no mercado de trabalho, mas também para solucionar pequenos problemas no dia a dia quando o assunto é Internet.


A programação corresponde a uma das tarefas de maior relevância em se tratando de projetos que envolvem a construção de sites e programas. Sendo assim, conhecer as maneiras de melhorar o seu ambiente de programação é muito importante.

Como programar de graça



O que é o Ambiente de Programação?



O ambiente de programação também pode ser chamado de ambiente de desenvolvimento. Ou seja, ele é o local onde o trabalho de construção e codificação de um site será realizado.


Esse ambiente é composto por todos aqueles elementos que irão permitir você criar e colocar em desenvolvimento um determinado sistema. O ambiente de programação é constituído por elementos como templates, ferramentas e diretrizes.


Todos eles são ferramentas essenciais para a implementação de um determinado projeto envolvendo programação. Por isso, saber como melhorar esse ambiente é fundamental para organizar melhor o trabalho.


É importante destacar que ambiente de programação é diferente de linguagem de programação. O primeiro consiste na interface de trabalho, já o segundo corresponde a um conjunto de códigos semânticos.


Conhecendo algumas ferramentas que melhoram o ambiente de programação



Algumas das ferramentas mais comuns que podem ser encontradas em um ambiente de programação são:


Compilador



De acordo com o que o próprio nome indica, ele tem o intuito de compilar o código-fonte do programa para, dessa maneira, transformá-lo em uma linguagem mais adequada para o trabalho.


Editor



Essa ferramenta exerce a função de editar o código-fonte do programa que está no ambiente de programação.


Linker



Ele tem o objetivo de “linkar”, ou seja, de unir os vários componentes que se encontram em uma linguagem de máquina para uma linguagem executável, que pode ser utilizada em um computador ou outro dispositivo.


Modelagem



Responsável pela elaboração e desenvolvimento de modelos de classes, dos objetos e também das interfaces que estão envolvidas no desenvolvimento do software.


Toolbox



Literalmente conhecido como “Caixa de Ferramentas”, conta com os componentes que podem ser utilizados durante o desenvolvimento do projeto. Se ela não estiver habilitada, ela pode ser visualizada ao clicar no menu visualização ou, se necessário, pelo atalho CTRL + W + X.


Soluction Explorer



Esse elemento aponta a estrutura da solução e organiza todos os arquivos que estão relacionados com a sua função. Desse modo, ele administra todos os projetos, arquivos, classes e formulários destinados para a sua aplicação.


Como Melhorar o ambiente de programação



Para tornar o seu trabalho de programação mais eficiente, organizado e rápido é importante adotar maneiras que melhoram esse ambiente de programação. Sendo assim, um deles consiste na melhor exibição e disposição dos elementos.


Nesse caso, a Janela de Propriedades é um elemento muito importante. Por isso, é sempre válido deixar a exibição de propriedades ordenada alfabeticamente. Com isso, você facilita a procura por outros elementos.


É válido também personalizar o seu ambiente de programação utilizando as cores, fontes e temas que você desejar, pois isso facilita se integrar mais ao projeto em desenvolvimento.


Inclusive, hoje em dia é possível que os desenvolvedores possam utilizar um ambiente de desenvolvimento baseado em cloud computing. Esse ambiente é o Cloud9, que disponibiliza depurador para inspeção de código em “real time”. Alguns dos ambientes de programação mais conhecidos são o:


Atom



Esse permite uma série de recursos de personalização, sendo um ambiente construído em CSS, JavaScript e HTML.


Para melhorar a performance dele você pode alterar plugins, arquivos e menus. O Atom é um aplicativo de desktop e bastante acessível e moderno.


Netbeans



Ele é um ambiente de desenvolvimento do tipo open source, ou seja, ele é gratuito. Além dessa vantagem, ele conta também com um suporte técnico em idiomas variados, incluindo o português, o japonês e também o russo e chinês.


Esse ambiente além de suportar vários frameworks de PHP, também disponibiliza para você opções de personalização que facilitam e agilizam os projetos de programação.


Sublime



Esse é um ambiente bastante requisitado para arquivos individuais. Quando o assunto é personalização, ele oferece uma série de plugins interessantes, que tornam o desenvolvimento de programas com mais opções e recursos.


Conclusão



Ao melhorar o seu ambiente de desenvolvimento, o trabalho de programação se torna mais fácil, organizado e com mais qualidade.


Um bom ambiente de programação é importante, mas ao personalizá-lo da melhor maneira, ele vai se tornar ainda mais eficiente.


Por meio do uso de um ambiente de desenvolvimento adequado, é possível sanar possíveis erros e também otimizar o tempo de trabalho.

E se você encontrar alguém que ainda tem algumas dúvidas a respeito do ambiente de desenvolvimento, não esqueça de compartilhar essa postagem.
Ler Tutorial

Como programar jogos com Blender Engine

Existem muitos softwares para programar jogos, um dos mais famosos é o Blender Engine.
O Blender Engine é um programa para criar jogos. Capaz de criar objetos 3D impressionantes, o Blender possui sua própria Game Engine, que possibilita a criação de aplicações interativas e jogos.
Como programar games com Blender curso online de graça

O Blender Engine é gratuito e pode ser baixado no site oficial clicando aqui. No Blender Engine você tem funcionalidades como renderização de imagens em alta qualidade, criação de elementos em 3D, imagens realísticas, além de esculpir imagens e objetos pelo programa.
Existem vídeos e cursos online para aprender de forma rápida a programar jogos no Blender Engine. De todos que pesquisamos e analisamos cuidadosamente o conteúdo, o do Cursos 24 horas foi o que achamos melhor e mais completo.
No Curso 24h você pode comprar o curso com 70 horas de vídeo e todas as explicações que você precisa para criar seus jogos e iniciar sua carreira como programador de games.
No Curso de Criação de Games com Blender Engine você aprenderá a utilizar este programa para criar jogos em 3D, passo a passo, desde como criar o cenário, as animações, telas de interação e muito mais.

Como Criar e Programar Games:
Conteúdo do Curso

Aula 1 - Primeiros passos
Conheça a interface da Game Engine do Blender. Aprenda os conceitos básicos para a criação de um jogo e saiba como iniciar a criação de um cenário.
Aula 2 - Criando cenário
Aprenda os procedimentos para mapear um objeto 3D. Trabalhe com o editor de texturas do Blender e aplique o mapeamento de imagens sobre o cenário construído.
Aula 3 - Transparência e materiais
Aprenda a trabalhar com texturas e transparências.
Aula 4 - Mapeamento de um objeto complexo
Saiba como preparar objetos 3D para mapeamentos complexos.
Aula 5 - Armature e rigging (estruturas de animação)
Aprenda o que é e como criar estruturas de animação para um personagem humanoide.
Aula 6 - Criando uma animação
Utilizando o personagem criado na aula anterior, faremos uma animação simples.
Aula 7 - Importando personagem e configurando dinâmica.
Como importar personagens prontos para o ambiente de jogo. Aprenda os conceitos de física para o mundo dos jogos.
Aula 8 - Criando lógica e comandos de ação
Como trabalhar com a lógica do Blender Game Engine. Conheça os tipos de sensores e atuadores disponíveis.
Aula 9 - Criando objetos de interação
Como criar novos objetos e inserir recursos lógicos para animações do tipo rotação.
Aula 10 - Criando um contador
Nesta aula-exercício, aprenda como criar um contador de pontos para o jogo.
Aula 11 - Configurando câmera e ajustando cenário
Como criar e configurar a câmera do jogo.
Aula 12 - Criando menu e telas de interação
Como criar o menu e as telas de início e finalização do jogo.
Aula 13 - Finalizando o game para distribuição
Como criar uma sequência lógica para determinar a vitória dentro do jogo. Aprenda também como finalizar um projeto e exportá-lo para um arquivo executável.

Ler Tutorial

Curso completo e online de Java para iniciantes

Apostila de Java para download online grátisNeste artigo, iremos dar uma importante dica para aqueles que desejam aprender Java.

É o Curso Java Progressivo, projeto de nosso site, que visa ensinar a linguagem de programação Java de modo completo, online e totalmente gratuito.

São tutoriais em ordem de aprendizado para leigos, vídeo-aulas, exercícios propostos e resolvidos, códigos comentados, criação de jogos, reviews de livros, dicas de tutoriais, apostilas e tudo mais voltado ao mundo desta fantástica linguagem.

Ler Tutorial

Tutoriais de Programação