Inglês - Tenho que saber, para programar ?

Neste artigo, vamos falar de um tema polêmico: precisa saber inglês pra estudar programação?
Tem que ser fluente? Manjar muito inglês para estudar informática, computação ?

De longe, é um dos assuntos que mais recebemos dúvidas e perguntas, e vamos destrinchar esse assunto, deixar ele bem claro, de uma vez por todas.

É preciso estudar inglês para ser programador ?


Inglês - Por que diabos é comum?

"Nasci no Brasil, sempre falei português, ouvi português, sou apaixonado por música brasileira...por que tenho que estudar uma língua estrangeira? Que saco!"

Acredite, eu entendo!
Mas imagine um japonês dizendo isso.
Agora um chinês. Depois, um indiano. E um alemão. Um russo.

Pronto, só ai, vai boa parte da população mundial, cada um com sua língua, cada um com seu dialeto.

"Que lindo! Viva a diversidade! Ain!"
Sim, que bacana, ainda bem que pessoas e povos são diferentes.

Mas...uma linguagem de programação que você estuda, foi feita por uma pessoa de um país.
Outra linguagem, algum gringo de outro país.

Aquele software que você gosta? Talvez um indiano.
Aquela rede social favorita? Talvez um europeu, ou japonês.
E aquele livre top foda das galáxias que você aprendeu muito alguma linguagem? Provavelmente de um americano.

O Orkut, por exemplo, era de um turco.
Veja um pouco da linguagem turca:
"ilerici programlama"

Esse é o nome do nosso site, em turco.
Entendeu o problema? Cada um no seu canto, é bonito na teoria.

Na prática, no mundo da computação, somos um só (que bonito, vou me lançar deputado com essas frases).

Por que aprender inglês é importante para programar ?
A única maneira de um americano, um japonês, os europeus, os africanos, os russos, indianos e a gente podermos nos comunicar é falando a mesma língua.

Simples assim.
Se você fosse usar só os programas desenvolvidos aqui, os livros escritos aqui, os sites feitos aqui...ia ter muito pouco material, ia ter pouca linguagem, pouco software.

Esse é o bacana do mundo da programação: gente do mundo inteiro contribui.
O sistema operacional Linux, por exemplo, é feito em colaborações com gente de mais de 100 países.

Adivinha que língua eles falam? Inglês.
Ou seja, não tem que saber inglês porque são capitalistas malvadinhos opressores que nos obrigam.

Mas sim porque é uma maneira de sermos unidos.

Onde se usa inglês, em programação ?

Vamos lá:
  1. Sintaxe da linguagem: as linguagens, em si, usam a língua inglesa: if, else, for, while etc.
  2. Material de estudo: Os principais livros sobre as linguagens, estão na língua inglesa.
  3. Pessoas: A maioria das pessoas que criaram as linguagens, são pessoas ou dos EUA, ou que foram pra lá viver ou usaram a língua inglesa.
  4. Documentação: isso, provavelmente, vai ser o que mais é necessário usar inglês. Qualquer dúvida que tiver e precisar consultar a documentação da linguagem, do software, API ou o que for, e provavelmente ela vai estar em inglês.
  5. Dúvidas: pesquise sua dúvida em português, no Google. Vai achar algumas respostas...pesquise em inglês, vai achar MUITO, mas MUITO mais mesmo. Sites grandes, como Stack Overflow e Quora são, na sua gigantesca e esmagadora maior parte, em inglês.

E por aí vai, pessoa. Mas calma.
Vamos te guiar pelo caminho das pedras.

Como Aprender Inglês ?

Se está aqui, provavelmente é porque está preocupado se deve ou não estudar inglês, se realmente precisa saber ou não para entrar no mundo da programação.

Sim, precisa sim. Não é obrigado, mas vai te ajudar MUITO, absurdamente muito, se souber.
E, novamente, calma, vamos te ensinar o que deve fazer para resolver isso.

  • Maneira Difícil de aprender inglês

Essa foi a maneira que eu e a maioria da galera mais antiga, aprendeu.
É, basicamente, na raça.

Jogava video-game, via uma palavra em inglês, consultava o dicionário.
Uma música do Iron Maiden que eu gostava? Ia traduzir palavra por palavra, com dicionário na mão. Sério, é fácil passar mais de 1h pra traduzir uma simples e pequena letra, com dicionário na mão.

Começou a programar, precisou ler livros, tutoriais, documentação? Dicionário na mão, e horas pra traduzir uma simples página.

É mais trabalhoso, é mais demorado, e vai levar uns 10 anos pra você ler e escrever com fluência. Escuto e entendo com fluência, pois há uns 15 anos vejo filmes e sérios (Friends!) em inglês, com legenda.

  • Maneira Fácil (e inteligente) de aprender inglês

Tempos modernos, tecnologia, Youtube, site, redes sociais....como tudo na vida, isso também evoluiu e melhorou com a internet.

Existe uma maneira que vai te economizar ANOS de estudo e trabalho: um bom curso.
Sabe quando você era da alfabetização, e aprendeu bem do básico, as coisas na ordem, bonitinhas, tudo certinho?

É mais ou menos por aí.
Eu caí de cara em documentações e textos técnicos difíceis, e sozinho.

Com um bom curso, você começa pelo jeito certo, pelo mais simples, básico, vai evoluindo aos poucos (progressivo!), no seu ritmo, com alguém pra te ajudar e treinar.

Nossa, isso economiza um tempo, facilita sua vida, de uma maneira que nem sei explicar.
Aliás, seu sim, pois pesquisei uns 20 cursos para indicar vocês o que achei melhor e mais recomendável.

Qual Curso de Inglês Fazer ?

Quer ser um programador? Ou trabalhar na área de computação?
A notícia boa é que não precisa ser uma mega ultra blaster especialista em inglês.

Com até pouco, você já pode começar a desenrolar.
Vamos lá.

Sem enrolar, te indicamos o Curso de inglês da Brava Cursos:


Precisa saber inglês para área de Computação



Vantagens do Curso de Inglês da Brava Cursos

Bom, após pesquisar diversos cursos e materiais para indicar para vocês, que desejam aprender somente o necessário do inglês, para começar a programar e ser um bom profissional, escolhemos o curso da Brava por alguns motivos:


  • Custo benefício: É barato. Vamos ser sinceros...ninguém vai pagar mil ou dois mil num curso, não dá, é caro, a maioria dos leitores são estudantes, pessoas que ainda não tem um trabalho. O curso da Brava é barato, pode parcelar e é acessível, é o crivo inicial.
  • Focado em leitura e interpretação: raramente vai precisar falar ou ouvir, em inglês. Seu foco, na área de TI, é em conseguir ler e entender, interpretar aquilo, em inglês. Ponto positivo pra Brava.


  • Comunicação: o curso deles é também voltado para comunicação, falar, perguntar, interagir, entender o que os outros estão falando e se expressar, falar, se comunicar. Algo muuuuito importante na hora de acessar fóruns e sites de dúvidas e respostas!
  • Seu tempo: você acessa o curso de inglês quando quiser, quando puder e pelo tempo que puder. Trabalha, tem família, faz faculdade? Faz no seu tempo, 10 minutos por dia, 1 hora por sema, quanto você puder.
  • Seu ritmo: gosta de estudar 30 min por dia? 1 hora? 5 minutinhos no ônibus? Tem gente que passa horas estudando, a fio. Eu não consigo muito...prefiro estudar um pouco, ver uma série...Estudar um pouco, tocar guitarra....Ler um pouco, ir falar com os amigos, e por aí vai. Não importa, é no seu ritmo, você que manda.
  • Disponibilidade: o curso está disponível para você 24 horas por dia. Estuda de madrugada? Ok. Nos feriados? Ok. 5h da manhã? Ok. Na hora que quiser, está lá, ok?
  • Avanço no curso: Algumas pessoas aprendem rápido, outras lentamente. Eu até aprendo rápido, mas preciso ficar voltando, relembrando...essa é uma vantagem nesse curso de inglês da Brava, você pode voltar, repetir e relembrar sempre que quiser.
  • Pagamento único: só na Brava achei isso. Paga uma vez, usa pra sempre, sem precisar de mensalidades. Será pra sempre seu!
  • Passos e etapas: o curso é dividido em passos, em etapas, que você vai avançando aos poucos, passo a passo.
  • Dúvidas e Resposta: dúvidas mais comuns dos alunos, bem como as respostas, já estão lá disponíveis para seu uso! Todas minhas dúvidas já estavam lá, é sério.
  • E por ai vai, pessoal...sério, tá ruim no inglês, tá fraco? Quer aprender rápido, de maneira otimizada, só o necessário? Agora só depende de sua atitude:

Eu quero fazer o curso!

Nenhum comentário:

Tutoriais de Programação