Comece a Programar: O que são Linguagens de Programação?

O que são Linguagens de Programação? Preciso aprender para programar? São difíceis?


Por hora, esqueça a 'Programação', pense somente na 'Linguagem' que você conhece.

O que é a língua Portuguesa para você?
Se lembrar bem, são uma série de letras e regras gramaticais, que formam palavras, frases, textos etc.
A partir disso, será possível ler e se comunicar com qualquer pessoa que fale a língua portuguesa (com exceção de aLgUnZ AdOlEXenTiS KihhH FaLLaauN AxIm).

Porém, o fato de você ser bom em gramática não quer dizer que você será capaz de criar uma obra literária, como Machado de Assis fez.
Na verdade, nem vai garantir que você consiga entender a leitura do nosso mestre do realismo.

Agora voltemos para a programação.
É a mesma coisa. Pronto. Duvida?

Na programação, você vai aprender uma sintaxe básica, como os tipos, funções, laços, condicionais, operadores, rotinas, classes, estruturas, bibliotecas, módulos etc etc, e algumas regras (regras são regras).
Sabendo isso, não significa que você fará uma nova versão do Linux, ou outro sistema operacional super funcional, rápido e seguro, ou de um jogo, como o World of Warcraft ou Age of Empires.

Na verdade, só saber as regras e sintaxes de uma linguagem de programação não significa que você vá entender o código fonte de qualquer programa que você encontrar pela frente.

Então, meus caros, leitores, eu vos pergunto: o que diferencia um mero escritor de Machado de Assis? o que diferencia um adolescente comum que gosta de programar de Dennis Ritchie, criador da linguagem C?

Eu, particularmente, não acredito em dom. Eu acredito em dedicação, em sentar a bunda na cadeira e estudar;
A explicação é essa.

O que vai te diferenciar de um leitor de um mestre da literatura é o tanto que você leu, o tanto que você praticou, o tanto que você discutiu com outros profissionais. Você vai ser melhor programador quanto mais você tentar programar.

O que vai te fazer um bom programador é o tanto de livros que você estudou, o tanto de tutoriais que você achou a partir do google e estudou, o tanto de dúvidas que você postou e ajudou a resolver em fóruns, as madrugadas e horas seguidas que você passou tentando criar um código, o tanto que você conversa com outros programadores (sobre programação), o tanto de código dos outros que você lê e aprende. Enfim, é simplesmente o tanto que você estuda.

Se estiver achando que lendo este site/artigo/tutorial/resumo/apostila ou um livro será o suficiente para entrar na profissão...até pode ser, mas será só mais um programador qualquer.
Um programador com um mínimo de competência é aquele que ainda estuda, mesmo depois de anos na área, sempre que pode.
É aquele que trabalha com isso, e nos fins de semana corre pra trabalhar no seu projeto, mesmo tendo namorada, esposa, filhos, um cachorro aleijado etc.

Tem que gostar. Pra aprender alguma linguagem bem, tem que gostar. Se estiver pensando em fazer um curso, arrumar um emprego e nunca mais estudar...mude de área.

Se ainda estiver animado em aprender, parabéns. São poucos que querem e seguem adiante.
Vai doer, vai demorar, é sacrificante, mas vale a pena.

A seguir, falarei mais sobre as linguagens, os propósitos, os tipos, quais escolher, para que serve, as diferenças entre elas etc.

15 comentários:

Anônimo disse...

Quem digito sobre esse assunto consegue fazer a pessoa se interessar ainda mais...PARABENS...muito bom...

Samuel disse...

concordo, fiquei ainda mais animado para aprender programação!

Anônimo disse...

Bom dia. Primeiramente meus sinceros agradecimentos. Você diz que não acredita em dom,saiba porém, que o dom é dado por Deus. O que me diria de Salomão, Oscar Niemeyer, Pelé e como muitos outros gênios... e posso dizer de você também; explicar de forma tão fascinante, dom este de comunicação que você possui.Deus o abençoe.

Evandro Borges disse...

Gostei bastante dessa aula, comecei hj e vou continuar vendo as aulas , estudando, vou mi esforçar o maximo pra conseguir ser um bom programador e ter um bom emprego e meus parabéns pelas aulas, explicou direitinho de forma que não deixe ninguém com tédio.

Jefferson Paulo disse...

Parabéns seu site é ótimo. o jeito que fala mostrando como as coisas realmente são e bem dinâmico.

Anônimo disse...

gostei principalmente quando falou que não acredita em dom e sim vontade de vencer;
quero dar meus parabens ao autor e dizer que fiquei mais animado ainda para aprender.
Obrigado
edson Alexandre

marlon breno disse...

Programar realmente me fascina e essa aula de encorajamento me vez acreditar q posso ser mais q um programador qualquer ...

Álvaro Reis disse...

Ola! Bom dia!
Não consegui instalar java + netbeans, no começo da instalão aparece a mensagem netbeans não compativel.
Então instalei o java 7 sem o net beans. E agora como devo continuar?

((provavelmente não instalou poque meu pc é velho,))

Matheus Tavares disse...

Gostei, o cara que escreveu esse artigo consegue me fazer ler alguma coisa, já que não sou muito acostumado com livros... Ele me anima para continuar estudando, sei lá...

Anônimo disse...

Realmente não existe dom e sim dedicação, acredito que se você quer algo e correr atraz deste ideal você ira conseguir independente se você e bom em matematica, historia, geografia ou ciencias e tudo questao de querer e correr atraz ! #Estudante de SI

Deborah Alves disse...

Esse post é realmente animador! :D

Anônimo disse...

bom primeira vez que leio um comentario realista verdadeiramente ,pessoas que querem ajudar o proximo e nao ficar so pra ele o conhecimento concordo com voce e dificil vamos batalhar muito quebrar a cabeça bilhoes de vez mas se nos ensistirmos persistir nos iremos conseguir e eu tenho uma vontade enorme para aprender a linguagem c

Amandio Galberto disse...

Este discurso deu-me vontade de aprender a programção... I like!!!

Anônimo disse...

Parabéns ao autor! comecei agora e me animei muito com esse texto, precisamos de mais pessoas assim que queiram somar

Emanuel Fraga disse...

Parabéns, tudo que precisávamos ouvir para sermos um bom profissional.